Resenha - A Estrada da Noite - (Heart Shaped-Box) - Joe Hill

Eu li A Estrada da Noite há uns dois anos, e, naquela época, não conhecia o autor. Esse ano descobri que Joe Hill na verdade é Joseph Hillstrom King, filho do notável escritor Stephen King.


A Estrada da Noite conta a história de Jude, um rockstar garanhão que tem a estranha mania de apelidar suas namoradas pelo estado de origem. Um exemplo disso é Geórgia (ou Marybeth, como preferir), ex stripper  gótica com quem vive em uma fazenda com seus dois cães.

Mas essa não é a única mania estranha de Jude. Ele é um colecionador, mas bem peculiar. Sua coleção não possui objetos convencionais, mas sim coisas como, por exemplo, um livro de receitas canibais (mais alguém aí lembrou de Hannibal?), uma fita cassete com cenas bem brutais de um assassinato e um laço que foi usado em um enforcamento.
Jude acaba encontrando em um leilão na Internet um paletó cuja descrição menciona que o dono original está morto e o espírito permanece no paletó. Óbvio que Jude, sem hesitar, compra-o e decide adicioná-lo a sua coleção.

O paletó chega em sua casa em uma caixa preta no formato de coração. Georgia, sua namorada, ao pegar na caixa tem seu dedo espetado por um alfinete (sendo que não há nenhum alfinete na caixa). Logo depois de receber o paletó, coisas estranhas começam a acontecer na vida de Jude. Ele percebe que o fantasma é real, e começa a vê-lo em sua casa. Mas talvez o motivo de maior espanto para Jude tenha sido a descoberta do dono do paletó: Craddock McDermott, falecido pai de Anna, uma de suas ex namoradas (e fã) de Jude, que, assim como tantas outras, foi chutada por ele. Pouco depois de terminar com Anna, ela se suicidou, e, de acordo com Craddock, Jude é o culpado.

Georgia decide queimar o paletó, mas o espírito permanece lá. Jude decide pegar sua namorada, seus cães e seu carro e fugir, mas o espírito os acompanha e deseja vingança.

Eu não sabia ao certo o que esperar do livro quando o comprei. Comprei na Livraria Leitura em 2010, e procrastinei a leitura por cerca de um ano. Não levei a sinopse muito a sério (acabei comprando por pura curiosidade). E, olha, me arrependo de não ter lido antes. É um livro ótimo, prende o leitor, e faz jus para um livro de terror.

A Estrada da Noite não é um livro muito grande. Publicado no Brasil pela editora Sextante, tem apenas 253 páginas, o que o torna um livro de leitura rápida, direta, mas sem deixar a desejar. Faz suspense, ótimas descrições de personagens e ambientes e uma ótima narração em terceira pessoa.

Nota: 9/10


Copyright © 2012, All rights reserved. Under CC 2.5 Brazil License.

Get the Pixels, desenvolvido por Adriana Amaral