Review - S. Darko - Um Conto de Donnie Darko

Em maio desse ano, eu fiz a resenha de um dos meus filmes favoritos: Donnie Darko. Aí no fim de semana, olhando algumas listas de filmes na Internet com o Rafael, aleatoriamente, vi que tinha uma continuação...

Bem, eu preferia ter morrido sem ter assistido isso. Sério. Na verdade, acho que ninguém deveria assistir um filme tão ruim, mal feito, preguiçoso e que ainda tentou lucrar em cima de uma obra prima.

Eu entendo Richard Kelly e (quase) todo o elenco original ter recusado fazer parte desse filme. Donnie Darko é um filme com vários elementos que por alguns minutos durante a trama parecem ser tão aleatórios mas que, no final, se encaixam perfeitamente. A fotografia é ótima, toda a criatividade que poderia ter sido aproveitada ali, com certeza foi. A trilha sonora é impecável, "Mad World" do Gary Jules caiu como uma luva. Já S. Darko é uma completa bagunça. 



Mas Adriana... Por que?!

S. Darko conta a história de Samantha Darko  (irmã mais nova de Donnie, 7 anos depois, interpretada por Daveigh Chase, a mesma atriz que interpretou Samantha no original). De acordo com os créditos iniciais, a família Darko ruiu após a morte de Donnie, e Samantha meio que, bem... Enlouqueceu. Então ela resolve fugir de casa com Corey (Briana Evigan), uma amiga alternativa que mente para ela dizendo que seu pai irá conseguir trabalhos para elas em um clube, já que ambas querem ser dançarinas. 



O filme consegue, em 15 minutos, ter mais elementos clichês do que qualquer outro que já vi na minha vida. O carro quebra no meio da estrada, até elas serem socorridas por um playboy (Ed Westwick, Chuck Bass de Gossip Girl) de uma cidadezinha do interior, onde tem o padre estranho, o cara louco, a religiosa psicótica, o playboy que resgatou as garotas, o mecânico mal encarado e o obcecado por OVNIs. Tudo bem, se não fossem fatos tão, tão aleatórios que em momento algum se encaixam da forma certa. O filme é todo feito por eventos que não se interligam, que não tem respostas. Por exemplo: O fantasma do irmão mais novo do playboy da cidade aparece várias vezes e seu papel parece... Inútil.



A trama mesmo se inicia quando um meteoro cai no lugar onde Iraq Jack (o cara doido) costumava ficar, até ser salvo pelo espírito de Samantha (do futuro (???)), que diz faltar 4 dias, 17 horas, 36 minutos e 31 segundos para o mundo acabar (Curiosidade: Sabe a menina do filme O Chamado? 7 Dias? É a mesma atriz). Quem conhece Donnie Darko, conhece a contagem do tempo, mas nesse filme ele foi usado de uma forma tão estranha que acabou ficando confusa. No filme original há uma espécie de plasma que sai do corpo de Donnie que o guia, e foi utilizado de uma forma totalmente aleatória aqui. Ok, cada diretor usa os recursos e ideias como bem entender... Mas agora fazer a continuação de uma obra prima utilizando recursos indispensáveis da história original de forma totalmente diferente, aleatória e, diga-se de passagem, ruim... Não foi uma tática muito esperta.



Outra coisa que devo dizer é: Talvez o personagem que tenha sido o marco do filme original, Frank, o "coelho", foi usado sem por quê, nem pra quê. Em Donnie Darko, é ele quem guia Donnie, quem diz a ele quanto tempo falta para o mundo acabar, quem Donnie encontra quando tem sonambulismo (fato que também foi copiado em S. Darko), entre outros. Fora que durante muito tempo o filme não demonstra se ele é real ou criação da mente de Donnie, já que ele tem esquizofrenia. Em S. Darko, Iraq Jack, o louco, constrói uma máscara igual a de Frank e usa sem explicação alguma.



O filme poderia ter sido uma continuação boa (apesar de Donnie Darko não precisar de continuação), se não tivessem copiado tantos elementos do original. Donnie Darko faz uma viagem no tempo, S. Darko se resume a Samantha Darko e sua amiga fazendo loop infinito no tempo. Uma morre, e a outra volta no tempo para salvá-la (e vice-versa). O tempo todo. (Agora imagine esse loop infinito com padres pedófilos, fantasmas, obcecados por OVNIs, meteoros, espíritos, loucos...)

Minha dica: Não assista. Nunca. Assista Donnie Darko e bem... Fique longe de S. Darko.

Copyright © 2012, All rights reserved. Under CC 2.5 Brazil License.

Get the Pixels, desenvolvido por Adriana Amaral